sábado, 31 de dezembro de 2011

Da Alma ao Sentimento

Existe algo em mim

Uma loucura alucinada

São sonhos movidos

Por desejos, paixões

Cantos e poesias

Que me fazem sentir completa

E me alvoraçam os sentidos

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Meu silencio fala tao alto...

Olha-me nos olhos
Da-me a mão para me erguer outra vez
O sonho só não basta
Preciso algo que me afaste
Da ilusão, da incerteza, da incoerência
Quero acreditar nos meus sonhos...
nos meus instintos
Que tudo irá ficar bem
Daqueles velhos tempos que passei
Relembro o que senti
E assim continuarei prosseguindo
Talvez uma vez mais por estradas erradas
Na esperança de um dia te encontrar...

Poema de Natal

É tempo de festas, de confraternização e de reflexão... Renascemos constantemente, a cada instante somos diferentes, e temos a escolha, a opção de ser melhores ou piores... É apenas uma questão de opção! Da morte de uma velha opinião formada, nasce a visão, como numa metamorfose ambulante, pois assim somos.Deste grande poeta, Vinicios de Moraes, trouxe hoje seu "Poema de Natal" para provocar a reflexão:
Poema de Natal
(Vinicios de Moraes)

Para isso fomos feitos:
Para lembrar e sermos lembrados
Para chorar e fazer chorar
Para enterrar os nossos mortos -
Por isso temos braços longos para os adeuses
Mãos para colher o que foi dado
Dedos para cavar a terra.

Assim será a nossa vida:
Uma tarde sempre a esquecer
Uma estrela a se apagar na treva
Um caminho entre os túmulos -
Por isso precisamos velar
Falar baixo, pisar leve, ver
A noite dormir em silêncio

Não há muito que dizer:
Uma canção sobre um berço
Um verso, talvez de amor
Uma prece por quem se vai -
Mas que essa hora não esqueça
E por ela os nossos corações
Se deixem, graves e simples.

Pois para isso fomos feitos:
Para a esperança no milagre
Para a participação da poesia
Para ver a face da morte -
De repente nunca mais esperaremos...
Hoje a noite é jovem; da morte, apenas
Nascemos imensamente

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Máscaras

Mascaro minha Alma

Pinto o meu Rosto

Em versos

Oculto cicatrizes e dores

Sem regras, formulas nem limitações

A Máscara que me vela

É a mesma que me revela...

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Simplesmente o poder da imaginação

Aqui estou deitada, sozinha
Sentindo-te em mim
Desejando-te em pensamento
Pensamento que me leva a fantasiar:
Beijando-te ardentemente
Arranco-te a roupa
Algemo-te os pulsos
Enquanto te mordisco o pescoço
Desço lentamente
Com a lingua percorrendo teu peito
Chegando por fim ao teu membro erecto
Beijando-o de mansinho
Meto-o na boca faminta
Chupo-te
Lambo-te
Como fera esfomeada
Ouço teus gemidos
Quero mais
Estou insaciada
Solto-te e peço-te:
Possui-me agora!
De mãos livres
Tuas mãos precorrem meu corpo
Arco as costas embriagada
Penetras-me
Gemo fortemente
Sem medo ou noção
Expludo de prazer
Como vulcão em erupção
Acompanhada de seguida
Pelo teu gemido contido
Virei fera saciada
Por meu leão destemido
Aqui estou deitada
Ardendo carente
Te sentindo em mim
Te desejando em pensamento
O pensamento que me leva
a esta fantasia ardente
Te sentido em mim
Sentindo teu corpo quente
Foi puro prazer
Foi puro tesão
Tão pura e simplesmente
o poder da imaginação

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Assim sou eu...

...
Anjo e Demónio
Ordem e Confusão
Metade de mim é Fogo
e Pura Paixão
Minha outra metade é Negra
Símbolo da Escuridão
Neste meu lado impertinente,
rejeito a Paixão
E assim...
Meus dois lados lutam e se abraçam
Um pelo Valor da Vida
O outro busca a Morte e a Escuridão
E nos tropeços desta Estrada
Prossigo minha Caminhada...

sábado, 3 de dezembro de 2011

Dispo-me de corpo e alma...

Nesta noite que me Beija

No silencio que me abraça

Invento-te na solidão

Ao vento me dispo


Dispo-me e mergulho

Nas rosas da tua ausência

No vermelho e negro do meu conflito

É nesse mundo que te encontro

... e te habito

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Num delírio de êxtase volúpia e desejos ...

Embarco em pensamentos

Exorcizo fantasias

De vermelho puro desejo

Instantes tatuados em mim

Bocas se tocando

Corpos se unindo

Momentos só nossos

Segredos contidos

Nesta viagem de sentidos

Perco-me em delirios

De vontades constantes em mim

Afogar minhas vontades em ti

domingo, 27 de novembro de 2011

Nesta dança de sensações...

Até de Madrugada vou Dançar

Em cor Rubra, de Salto Alto

De modo incansável e poderoso

Alimentando o imaginário...

E nesta Dança louca

Maliciosa

Escandalosa

Mexo e Remexo meu corpo

Bem juntinho de ti

Enquanto me confessas ao ouvido:

(...)

Ahhh... Quem vai querer saber???

Sou incansável e continuo

minha Dança.
..

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Desfolho a chuva e solto o perfume da terra

Cai a chuva para lavar minha alma

Me entrego à névoa dos pensamentos

Á música dos beirais

A chuva aumenta

Ao sopro dos vendavais

Me consola na solidão sombria

Em sua eterna e imensa melancolia...

Excertos de textos da Clarissa Pínkola Estés, que me embalam e alimentam a alma...

"Todas nós temos anseio pelo que é selvagem. Existem poucos antídotos aceitos por nossa cultura para esse desejo ardente. Ensinaram-nos a ter vergonha desse tipo de aspiração. Deixamos crescer o cabelo e o usamos para esconder nossos sentimentos. No entanto, o espectro da Mulher Selvagem ainda nos espreita de dia e de noite. Não importa onde estejamos, a sombra que corre atrás de nós tem decididamente quatro patas.""Os lobos saudáveis e as mulheres saudáveis têm certas características psíquicas em comum: percepção aguçada, espírito brincalhão e uma elevada capacidade para a devoção. Os lobos e as mulheres são gregários por natureza, curiosos, dotados de grande resistência e força. São profundamente intuitivos e têm grande preocupação para com seus filhotes, seu parceiro e sua matilha. Tem experiência em se adaptar a circunstâncias em constante mutação. Têm uma determinação feroz e extrema coragem."
"E então, o que é a Mulher Selvagem? Do ponto de vista da psicologia arquetípica, bem como pela tradição das contadoras de histórias, ela é a alma feminina. No entanto, ela é mais do que isso. Ela é a origem do feminino. Ela é tudo o que for instintivo, tanto do mundo visível quanto do oculto - ela é a base. Cada uma de nós recebe uma célula refulgente que contém todos os instintos e conhecimentos necessários para a nossa vida.

Ela é a força da vida-morte-vida; é a incubadora. É a intuição, a vidência, é a que escuta com atenção e tem o coração leal. Ela estimula os humanos a continuarem a ser multilíngües: fluentes no linguajar dos sonhos, da paixão, da poesia. Ela sussurra em sonhos nocturnos; ela deixa em seu rastro no terreno da alma da mulher um pêlo grosseiro e pegadas lamacentas. Esses sinais enchem as mulheres de vontade de encontrá-la, libertá-la e amá-la.

Ela é idéias, sentimentos, impulsos e recordações. Ela ficou perdida e esquecida por muito, muito tempo. Ela é a fonte, a luz, a noite, a treva e o amanhecer. Ela é o cheiro da lama boa e a perna traseira da raposa. Os pássaros que nos contam segredos pertencem a ela. Ela é a voz que diz, "Por aqui, por aqui".
Ela é quem se enfurece diante da injustiça. Ela e a que gira como uma roda enorme. É a criadora dos ciclos. É à procura dela que saímos de casa. É à procura dela que voltamos para casa. Ela é a raiz estrumada de todas as mulheres. Ela é tudo que nos mantém vivas quando achamos que chegamos ao fim. Ela é a geradora de acordos e idéias pequenas e incipientes. Ela é a mente que nos concebe; nós somos os seus Pensamentos."

sábado, 22 de outubro de 2011

Porque o ontem é só um sonho e o amanhã uma visão...

Esperança a estrela guia do destino humano. Dizem que a esperança sempre é a última que morre, e que enquanto há vida haverá esperança. Mas é com persistência que mantemos a chama acesa lutando, caindo e levantando... Ilusória ou não, é pela esperança que arrumo forças quando parece impossível superar desafios e continuar... E assim, escuto a esperança no silencio da minha alma, enxugo as lágrimas, olho as estrela do céu e prossigo...

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Porque é do meu animal de poder que tiro as forças para lutar...

Sou...
Mulher Serpente
Menina envolvente
Pela vida apaixonada
Em renovação permanente
Sentimento ambiguo
Silenciosa e sinuosa
Surjo nos confins mais obscuros
Do teu inconsciente
Assim sou eu...
Símbolo do eterno recomeço
Morro, Renasço e me Renovo diariamente...

domingo, 16 de outubro de 2011

After Midnight...

Até que o dia amanheça,

Acendamos uma vela na escuridão

E brindemos com os cinco sentidos

Celebremos o delírio

De ardentes desejos e anseios

De corpos embebidos no suor

Do supremo prazer...

Sorve de mim cada gota

Dos meus ofegantes e molhados suores

Vem...

Vamos celebrar o nosso desejo

... Na plenitude

Na sublime e gloriosa sedução...

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Busco no mar do teu desejo meu infinito instante…

Tens um não sei o que de encanto,

De delírio e de paraíso

Tuas palavras despertam e aguçam

os meus sentidos

Teus lábios se abrindo num sorriso

fazem meu coração disparar
O cheiro do teu perfume

O toque das tuas mãos sobre a minha pele

Sinto o teu coração pulsar...

O roçar que busca

Susurros que excitam

Cúmplices em nosso segredo

Quero o teu corpo!

Quero o teu desejo!

Quero ser tua!

Quero-te agora...

Inteiro...

Só Meu!!!

sábado, 8 de outubro de 2011

Nobody can teach me who i am

Sentimentos,...

Cicatrizes do passado?

Não podem me prender

Não podem me preencher

Não sou limitada

A força está dentro de mim

Não perco tempo com...

preocupações inúteis,...

maldade...

ou ganância...

Quero ser feliz hoje

Por hoje amar loucamente

Viver o dia intensamente!

Não mais olhar para trás!

O passado não voltará!

Jamais voltará!!!

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

A Beleza na vida está no acto de todos...

Cansada desta sociedade de imoralidade, inversão de valores, corrupção, desonestidade, falsidade, hipocrisia, de motivos egoístas ocultos, destrutivos do outro, que se reflectem nos relacionamentos pessoais, profissionais, na sociedade de um modo geral, com resultados destruidores para todos. É toda esta perversão, a causa do vírus na sociedade e na vida humana. Enfim, os interesses sobrepõem-se ao carácter. CERTO???
Já dizia Shakespeare: "O diabo pode citar as Escrituras quando lhe convém."

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Em busca de mim...

Num rebuscar de algo
Embarco na penumbra
Numa procura constante
De sonhos,...
Fragmentos de mim
Deixo-me levar por brisas amenas
Vagueio ao sabor do tempo
Sinto-me cansada
Mas centrada em orientar a caminhada
Procuro na escuridão do meu ser
Recordações inúteis
Sobrevivendo do relato
De um ser que não mais existe
Envergo a máscara
E represento o meu papel
De alma vazia e corpo exausto
Sob a luz reflectida da lua
Minha procura continua...

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Sacia meus desejos... minha loucura...

... Deixa que meus pensamentos governem o teu dia...
É Sedução...
A Doçura da Paixão...
Vem...
Realiza meus desejos
e tuas fantasias
Embarca comigo
Numa viagem sem fim...
Vem...
Neste gozo divíno
Em luxuria sem fim...

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Embeleza-te com máscaras para o mundo, mas nunca esqueças o que está por trás delas


Quem eu sou??
Sou aprendiz na escola dos homens e da vida.
Ninguem percorre os caminhos que percorro.
Não sou perfeita nem dona da verdade, mas sou dona de mim mesma e das minhas vontades...
Se eu quero, ...
Eu posso...
Eu consigo...



Deixa o orgulho de lado e embarca nas emoções.
Cada dia é um aprendizado.
A cada dia que nasce aprendemos mais e mais.
Nossa fonte é inesgotável...
Todos podemos aprender com tudo que acontece.
Mas só aprende quem quer, quem deseja crescer, evoluir e está aberto para perceber quanto o autoconhecimento é fundamental...

"O Burro não precisa aprender nada, porque acha que já sabe tudo"

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Se o que tens a dizer não é mais belo que o silêncio, então cala-te....


Saber falar e escutar é uma arte... a ponte essencial para o diálogo. Quem aprende a escutar com atenção e respeito, aprende a falar com proveito adquirindo conhecimento!

A comunicação e o diálogo são caminhos de duas vias. Aprender a escutar e falar são dois dos dons mais preciosos que podemos desenvolver quer a nível pessoal, quer a nível profissional. Como em tudo na vida, melhorar é preciso, mas é necessário "meditar" e aplicar estratégias para organizara caminhada e aprimorar as nossas as nossas capacidades. O "se achar" melhor ou superior aos outros, como se o mundo se resumisse ás suas vontades, faz do ser humano um ser egoísta, dando origem a que este fique estagnado, não crescendo nem recebendo mais conhecimentos ficando apenas com a bagagem que já possui... RESUMINDO: Só sabe falar, quem sabe escutar!...


...Presta atenção ao que não foi dito, lê nas entrelinhas. A atenção flutua: Toca as palavras sem ser por elas enfeitiçado. Cuidado com a sedução da clareza! Cuidado com o engano do obvio!...

sábado, 20 de agosto de 2011

O segredo ainda está comigo...


Nesta Noite, apenas a Lua brilhando...

... e nosso Segredo permanece intocado!

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Espero por ti esta noite... Entre volúpias, sedas e cetins...

Esta noite apenas...

Guardarei Segredos...

Como um Anjo Caído... sem fronteiras, sem portas para abrir, para trespassar...


E se vos propusesse a eternidade

dos Anjos?

Ou a maldição de um Anjo caído?

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Porque simpatizo... porque mentalmente vislumbro...

(Anais Nin)
"Eu quero queimar, mesmo se eu quebrar.
Eu vivo só no ecstasy.
Nada mais me afecta.
Pequenas doses de amores moderados, todos estes deixam-me fria.
Eu gosto de extravagância, calor...
Sexualidade que explode o termómetro!
Eu sou neurótica, pervertida, destrutiva, quente, lava-perigosa, inflamável,desenfreada.
Me sinto como um animal selvagem, que está a fugir do cativeiro."

(Anais Nin)
Eu excolho um homem que não duvide da minha coragem...
Que não me acredite inocente...
Que tenha coragem de me tratar como uma mulher.

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Escrevo linhas sem sentido...

Agarro-me às linhas...
de alma aberta e vou desenhando minha escrita embaralhada...
Pensamentos que do coração vem sem sentido...
Em busca do que preciso

Na penumbra do quarto...

Desnuda-me entre beijos,
Mordidas e caricias
Aperta-me
Arranha-me
Abraça-me
Enlaça-me
Vem..
Não resistas
Agarra-me assim com força
... desejo e tesão
Segura-me pela cintura
Comanda-me
Domina-me
Entra em mim
Vem...
Não pares
Fica
Toma-me por completo
Tortura-me
Prende-me
Ata-me em ti...

domingo, 14 de agosto de 2011

"A chave para o coração de uma mulher é um presente inesperado, num momento inesperado."

Serenos segredos
Desejos escondidos
Mistérios guardados a sete chaves...
Todos nós temos...
Mesmo que alguma coisa sem importância...

Dia após dia...

...
É preciso escandalizar e romper conceitos
Exigir mais do que ousadia
Algo que desatine ao ouvido
Contradiga lógicas
Desorganize os sentidos

Num dedilhar dos sentidos...

Sentir sem critérios
São ecos das profundezas da Alma
Sentir é inevitável
É uma forma de aprendizado
... e crescimento pessoal.

sábado, 13 de agosto de 2011

Amarras...



Existem amarras que nos levam a um mundo de sonhos, solidariedade e amizade. São essas as verdadeiras cumplicidades, sentimentos de valor e amor...








O apego à posse e ao materialismo impede a Alma de alçar vôos acima dos limites... Regras, dogmas, tabus, preconceitos,... Paradigmas, são amarras, que nos fazem sentir como pássaros engaiolados, com o olhar perdido no horizonte de todas as possibilidades.

Bounding...

No seguimento de uma conversa, que por sinal me fez repensar algumas atitudes pelas quais passamos diáriamente, lembrei-me de um trecho do diário da prostituta Maria, no livro Onze Minutos de Paulo Coelho, que li, há já ha algum tempo atrás e achei interessante colocar aqui:

"... Era uma vez um pássaro. Adornado com um par de asas perfeitas e plumas reluzentes, coloridas e maravilhosas. Enfim, um animal feito para voar livre e solto do céu, alegrar quem o observasse.

Um dia, uma mulher viu esse pássaro e se apaixonou por ele. Ficou olhando o seu vôo com a boca aberta de espanto, o coração batendo mais rápido, os olhos brilhando de emoção.
Convidou-o para voar com ela, e os dois viajaram pelo céu em completa harmonia. Ela admirava, venerava, celebrava o pássaro.

Mas então pensou: talvez ele queira conhecer algumas montanhas distantes! E a mulher sentiu medo.
Medo de nunca mais sentir aquilo com outro pássaro. E sentiu inveja, inveja da capacidade de voar do pássaro.
E sentiu-se sozinha.

E pensou: “Vou montar uma armadilha. A próxima vez que o pássaro surgir, ele não mais partirá.”

O pássaro, que também estava apaixonado, voltou no dia seguinte, caiu na armadilha, e foi preso na gaiola.
Todos os dias ela olhava o pássaro. Ali estava o objeto de sua paixão, e ela mostrava pra suas amigas, que comentavam:”Mas você é uma pessoa que tem tudo.”
Entretanto, uma estranha transformação começou a processar-se: Como tinha o pássaro, e já não precisava conquistá-lo, foi perdendo o interesse.
O pássaro, sem poder voar exprimir o sentido de sua vida, foi definhando, perdendo o brilho, ficou feio – e a mulher já não prestava mais atenção nele, apenas na maneira como o alimentava e como cuidava de sua gaiola.

Um belo dia, o pássaro morreu. Ela ficou profundamente triste, e vivia pensando nele. Mas não se lembrava da gaiola, recordava apenas o dia em que o vira pela primeira vez, voando contente entre as nuvens.
Se ela observasse a si mesma, descobriria que aquilo que a emocionava tanto no pássaro era sua liberdade, a energia das asas em movimento, não o seu corpo físico.
Sem o pássaro, sua vida também perdeu o sentido e a morte veio bater á sua porta. "Porque vieste agora?" perguntou á morte. "Para que possas voar com ele de novo nos céus." respondeu a morte. "Se o tivesses deixado partir e voltar sempre, tu o amarias e o admirarias ainda mais, agora precisas de mim para poder encontrá-lo de novo."